A Vingança de Bane – A origem do vilão que já derrotou Batman.

398

Nesta resenha iremos contextualizar somente a história da origem do homem que causou o dano mais grave ao Homem-Morcego em tempos atrás. Esta obra foi distribuída aqui no Brasil com o título A Vingança de Bane, inserido no exemplar Super Powers nº 32, lançado em novembro de 1994, pela Editora Abril Jovem. Este quadrinho era interligado a fase de Batman: A Queda do Morcego.

Resultado de imagem para a vingança de bane
Super Powers nº32 lançado no Brasil.

Super Powers n° 32 - AbrilBane foi criado por Chuck Dixon, Doug Moench e Graham Nolan. A ideia de criar Bane era formar um escopo narrativo muito claro; ele serviria como o antagonista principal da Queda do Morcego, culminando na aniquilação de Batman e sua substituição pelo personagem que viria a ser conhecido como Azrael. Agora vamos ao que interessa!

Há muitos anos, na ilha de Santa Prisca, uma aliança de revolucionários realizou um golpe fracassado contra o governo vigente. Aqueles que sobreviveram ao massacre de três dias foram presos e detidos na prisão conhecida como Pietra Dura. Entre os prisioneiros estava uma mulher frágil e grávida, mas porque ela estava lá? Seu marido foi um dos mortos durante a guerrilha sangrenta e segundo uma lei de séculos atrás, a punição do pai é herdada para o seu filho, se o pai não sobreviver a fim de exercer sua sentença completa.

E assim nasce o menino condenado à prisão perpétua e naquele mesmo ambiente inóspito cresceu na proteção somente de sua pobre mãe, sob os cuidados da enfermaria da prisão. Quando o garoto tinha apenas seis anos de idade, sua mãe faleceu de exaustão e o mesmo não derramou uma lágrima sequer, provando a ausência de sensibilidade e ternura, roubado a cada dia que se passava vivo naquele lugar.

Imagem relacionada
A infância e morte da sua mãe.

O menino ficou à mercê dos “animais” que dominavam aquele lugar e jogado a uma cela comum, entretanto, o garoto fez amizades importantes que lhe ajudaram inicialmente a sobreviver. Após um crime brutalmente cometido pelo menino, o mesmo foi jogado na cavidad oscura, uma espécie de solitária, e esquecido naquele lugar sob ordens do diretor da prisão.

Imagem relacionada
Seu primeiro ato brutal e o início de um pesadelo-vivo.

Todos os dias era um desafio de resistência, confinado naquele inferno diário de poucos metros quadrados. O rapaz não se entregava a morte, muito menos ao medo. Os animais locais que o ameaçavam eram caranguejos, ratos e até tubarões quando a maré estava cheia, inundando aquele fosso, entretanto, aquelas ameaças eram sua única fonte de alimento e sobrevivência.

Imagem relacionada
A difícil luta de sobreviver.

O ódio era um sentimento que lhe dava forças, não somente pela sua situação presente de difícil resistência, mas também pelos pensamentos fomentados após um sonho com seu pai, o qual mostrou a necessidade de derrotar um “grande morcego assustador” que dominava Gotham…e assim surge Bane.

O tempo passou e depois de dez anos, Bane sai daquele maldito lugar, contrariando o diretor com a certeza de que o garoto estaria morto. Naquele momento, aos olhares e admiração dos condenados da prisão de Pietra Dura, sua reputação torna-se uma lenda e um espelho de um novo líder.

Bane ouviu histórias sobre um monstro chamado Batman que assombrava e dominava as ruas de Gotham City. Isso só criou motivação de treinar seu corpo cada vez mais, na finalidade de um dia enfrentar tal criatura. Em outras palavras, Batman serviu como uma das maiores motivações para Bane, tanto para sair daquela prisão, como para aniquilar seu inimigo ainda imaginário.

Resultado de imagem para a vingança de bane
A obsessão de Bane pelo Batman.

Bane conquistou a amizade e a lealdade de três homens que seriam importantes em sua jornada futura: um homem truculento e bom de briga chamado Trogg, um americano chamado Pássaro e um médico chamado Zumbi. Podemos destacar que este último era o narrador dos pequenos fragmentos encontrados no andamento da leitura.

Pássaro era seu companheiro de cela, o mesmo que ensinou a ler através dos livros que coletavam da biblioteca. Vale a pena destacar que Bane aprendeu seis línguas diferentes e devorava três livros por dia de assuntos distintos.

Imagem relacionada
A determinação de Bane em aprimorar o corpo e adquirir novos conhecimento.

Tempos depois, uma equipe de pesquisa científica se estabeleceu em Pietra Dura e usou a prisão como fonte de recursos humanos para realizar seus experimentos. Eles desenvolveram um código composto de esteroides chamado Veneno e testaram a droga em muitos prisioneiros. No entanto, nenhum dos homens que foram submetidos ao processo Veneno eram fortes o suficiente para resistir ao procedimento. O diretor optou Bane como o próximo voluntário da equipe científica.

Resultado de imagem para revenge of bane
A implantação do “Veneno” em Bane.

A resistência física de Bane e sua determinação impressionante permitiram que ele sobrevivesse ao procedimento. A droga Veneno aumentou enormemente sua massa, força e resistência muscular, deixando assim quase imbatível e desenvolvendo o último passo para o ideal de sua perfeição em pessoa.

Um plano arriscado e inteligente colocou Bane em simular sua própria morte, sabendo que os guardas da prisão jogariam seu corpo fora de Ponto de Tiburon, assim como haviam feito com sua mãe, anos antes. Recuperando seus sinais vitais, Bane está livre, ainda assim, voltou para a prisão a fim de resgatar seus leais amigos e matar o diretor jogando ao mar repleto de tubarões.

Após meses, o grupo liderado por Bane se consolida e criam artefatos para melhor uso do Veneno, garantindo o uso do mesmo na vontade desejada. Em seguida, Bane ajuda na vingança de seu parceiro Pássaro contra um de seus antigos inimigos gangster em Gotham, chamado de Jimmy “sem-nariz”. Jimmy e seus subordinados são mortos com direito a mutilação, chamando a atenção da polícia local e do nosso herói Batman.

Imagem relacionada
Zumbi, Trogg, Pássaro e Bane.

Depois da morte de Jimmy, Bane decide destruir líderes do submundo de Gotham e o próximo alvo serão membros da família criminosa Manklin. Em meio a esta investida, surge Batman tentando salvar alguns homens da família Manklin e nos deparamos ao primeiro encontro entre Bane e Batman.

Imagem relacionada
Primeiro encontro frente a frente entre Bane e Batman. “Para mim, um dos melhores rostos do Batman já desenhado.”

Bane não é um homem qualquer que pudesse enfrentar Batman cara a cara de primeira instancia, dominado pela fúria que corria em suas veias…ele cresceu e fortaleceu na prisão, aprendeu a lutar, treinou exaustivamente seu corpo e mente, estudou muito, adquiriu o Veneno e mesmo assim, a sua estratégia e inteligência prevaleceu na oportunidade de sua fuga naquele embate, na convicção de primeiro entender a natureza de seu algoz antes de agir, além de derrotá-lo em um futuro encontro.

Resultado de imagem para revenge of bane
Seu domínio em Gotham City está próximo.

EPÍLOGO

E assim finalizamos esta incrível origem de Bane, personagem que criou grande destaque como um importante vilão dos anos de 1990. Mais à frente após esta história, Bane arquiteta a fuga em massa no Asilo Arkham dos piores criminosos de Gotham City e Batman levou meses para capturar todos eles, consequentemente, nosso herói já se mostrava exaurido em uma crise sem precedentes.

Enquanto Batman mantinha-se ocupado na sua dura missão em manter a ordem daquela cidade, Bane continuava seu treinamento, aprimorando cada vez mais seus níveis de força. Então, o momento oportuno e escolhido por Bane em confrontar Batman chega e a luta entre eles resumiu em poucos instantes.

Bane humilhou e liquidou o Cavaleiro das Trevas em uma cena imortalizada, quebrando sua coluna vertebral e o deixando imobilizado, com lesões que poderiam ter causado a sua morte.

Imagem relacionada
Bane em seu momento triunfante.

 

4 COMENTÁRIOS

    • kkkk…imagina Ed., só quero difundir um pouco de cultura dos quadrinhos a quem tiver curiosidade. Obrigado pelo apoio amigo e abraço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here