Star Trek ganhará novas produções

100

Na última semana a comunidade Trekker, comunidade está em ampla expansão, foi chacoalhada de um lado para o outro, assim como os tripulantes no interior da nave estelar Enterprise quando é atacada por disparos phasers ou torpedos fotônicos.

Após um bem sucedido primeiro ano da mais recente série da franquia, Star Trek Discovery, cujos índices de aprovação e audiência já garantiram a segunda temporada, que está em plena produção no momento, a CBS, detentora dos direitos da marca Star Trek para TV, lançou um comunicado de uma importante, ousada e muito bem vinda (para os Trekkers, é claro, sejam novos ou antigos) ampliação de conteúdo inédito com novos produtos para televisão/streaming.

 

Anunciando um plano de ação que envolve um acordo de 5 anos com o produtor executivo Alex Kurtzman, que já vinha encabeçando a produção de Star Trek Discovery, além de ter atuado ao lado de JJ Abrams na últimas produções de cinema de Star Trek, a CBS almeja oferecer um leque de opções visando diferentes públicos, embora evidentemente uma grande parcela dos amantes da franquia irá se beneficiar de todas as novas produções, independente do seguimento ou faixa etária a qual se destinem.

Juntamente com esse comunicado, sites especializados de reputação prestigiada colheram e informaram quais seriam os primeiros projetos dessa empreitada, que estariam em fase inicial de elaboração e que podem vir a se concretizar num futuro próximo se tudo correr a contento:

  •  Uma série focada na Academia da Frota Estelar, mostrando o dia a dia dos cadetes e aspirantes a ingressar na Frota, bem como suas aventuras e crescimento pessoal. Uma produção visando o público juvenil;
  • Uma série animada, no caso seria a segunda no histórico da franquia, cuja trama não foi especificada, mas fica notório o desejo de atrair e se criar bases com um público infanto-juvenil;
  • Uma minissérie live-action pontuada no mais emblemático vilão de Star Trek, ninguém menos que Khan Noonien Singh, de Jornada nas Estrelas – A Ira de Khan e Star Trek – Além da Escuridão. Muito provavelmente este seria o projeto ao qual Nicholas Meyer, famoso pelo envolvimento em histórias marcantes da franquia, estaria vinculado e que andou fazendo mistério nos últimos meses. Assim teríamos um novo show calcado na cronologia do século XXIII da série, muito provavelmente com relances do século XX, onde Khan conquistou uma parcela da Terra.
  • Uma série também live-action não detalhada. Muito embora corroborado por rumores recentemente surgidos, sugerem que poderia ser uma produção que contaria com o retorno de Sir Patrick Stewart ao papel que primeiro o consagrou em Hollywood, o do Capitão Jean-Luc Picard. Se assim o for, teríamos uma oportunidade ímpar e sem precedentes para um merecido desfecho com a tripulação de A Nova Geração após o desastroso décimo filme da franquia, Star Trek -Nêmeses, saciando assim o desejo de parcela dos Trekkers sobre novos desdobramentos na cronologia do século XXIV.

Independente de tais produções saírem de fato do papel, a certeza que temos é do interesse da CBS em ampliar seus produtos de Star Trek, bem como pensá-los de modo a atender e interessar diferentes públicos alvo.

Enquanto isso, na tela grande, onde os direitos da franquia recaem sobre os ombros da Paramount Pictures, novidades também vem surgindo, dando conta da produção de não apenas mais um, e sim de dois filmes de Star Trek para os próximos anos. O primeiro deles seria dando continuidade ao que foi visto nos últimos filmes lançados, que correspondem ao universo da chamada linha de tempo Kelvin. Por ocasião dessa produção teremos pela primeira vez na franquia uma mulher na cadeira de direção, uma vez que SJ Clarkson foi apontada para o trabalho. A trama gira em torno do Capitão Kirk reencontrando de alguma forma seu pai, George Kirk (Chris Hemsworth), morto no início do filme de 2009, e que inaugurou assim uma nova era para Star Trek no cinema, com produções mais voltadas para ação e apelo junto ao grande público.

O outro filme da lista, trata-se de uma história criada por Quentin Tarantino, grande fã da série, que deve seguir um padrão independente em relação as recentes produções cinematográficas da marca. Nada mais se sabe a respeito, exceto que caso este filme se realize tratá muita visibilidade para a franquia em detrimento do prestígio que o diretor goza, embora não tenha se definido que Quentin irá também dirigir o filme.

Uma coisa é certa, caso você nunca tenha dado a devida atenção para Jornada Nas Estrelas, este parece ser o momento oportuno, agora caso seja um Trekker, surgido das séries mais antigas ou dos filmes mais recentes, você tem muito o que comemorar bradando “Vida Longa e Próspera” para Star Trek.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here